Lula oferece asilo para acusada de adultério

Sakineh Mohammadi Ahstiani foi condenada a morrer apedrejada. Se o governo do Irã permitisse, o Brasil poderia dar asilo à mulher acusada de cometer adultério, diz Lula nesta semana.

Sakineh – nasceu em Azerbaijão, e aos 43 anos de idade recentemente acusada de adultério no tribunal iraniano. Sakineh nega ter cometido adultério e sua familia também a defende. Ela já tem dois filhos e foi condenada em 2007 com a pena de apedrejamento assim como nos dias de Jesus. Seus carrascos ainda não puderam cumprir a sentença para matar a mulher com pedras devido a forte pressão de outros paises.

Lula oferece azilo

O Brasil está fazendo o que pode principalmente por ser um dos paises que tem maior relação com o Irã. Até quando os seres humanos vão coar um mosquito e engolir um carneiro?

Dê sua opinião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *